Facility Management: estratégica x operacional – um paradoxo?

Nosso novo desafio para o setor de FM no Brasil é nos ajudar a montar um panorama da área em nosso país. Para tal, analisamos um pesquisa publicada pela RICS, que foi realizada com profissionais de Facility do mundo todo – onde a maioria se tratam de grandes empresas, com porte global. Ao todo, foram mais de 350 entrevistas, e 1500 respostas em formulário online. Esta vasta fonte de informação foi a inspiração para o e-book que criamos.

Responda a pesquisa brasileira, e ganhe o e-book ‘FM Estratégico & Operacional: uma análise internacional do setor”, juntamente com a pesquisa original (na íntegra e em inglês). Além de disso, você receberá em primeira mão a análise comparativa que iremos montar com base dos dados da pesquisa que você mesmo respondeu.

Edição: infelizmente, o formulário já foi encerrado, e os resultados devem ser lançados em breve. Enquanto isso, você pode baixar infográfico que resume alguns pontos importantes da pesquisa RICS/IFMA que inspirou esse projeto. Faça o download aqui:

FM: Estratégica & Operacional

Antes de podemos analisar os resultados de uma pesquisa como essa, é importante falar sobre o que estratégia significa quando falamos de Facility Management. Quando é citado que FM tem dois vieses – o estratégico e o operacional – não é exagero!

Em Gerenciamento de Facility, o conceito de uma “estratégia operacional” não é um paradoxo. Trata-se, sim, de entender que determinadas atividades organizacionais têm um impacto considerável ao longo do tempo, mesmo que num primeiro olhar, esses efeitos seja mais operacionais.

Podemos encarar como “estratégico” aquele fator que ajuda a empresa a ganhar vantagens competitivas. FM o faz alinhando ambiente, serviços, necessidades operacionais e performance organizacional.

Esse contraste no setor de Facility Management é o que o posiciona como estratégia operacional. Segundo professor de Harvard, Michael Porter, para a revista Harvard Business Review, pode-se identificar três princípios básicos para a definição de estratégia:

1. é a criação de um posicionamento único e valioso, envolvendo uma gama de atividades;

2. requer que você faça trocas competitivas, escolha “o que não fazer”; e

3. envolve criar “encaixe” entre as atividades de uma companhia.

Michael Porter

Ainda de acordo com Porter, posicionar-se estrategicamente significa alcançar uma vantagem competitiva que se sustente, para isso, é necessário preservar aquilo que é único sobre sua ideia de negócio. Ou seja, significa praticar atividades diferentes de seus competidores, ou similares mas de um jeito distinto. Ele cita:

Uma companhia só pode ser estratégica e superar seus concorrentes se ela estabelecer um diferencial que consegue manter.

Michael Porter

Normalmente, como discutimos em nosso e-book, o setor de Facility é avaliado apenas pelo ponto de vista do custo. Pensar Facility estrategicamente é analisar a atividade em contraponto com o valor que ela gera.

Como muitos entrevistados relataram, essa perspectiva falta a maioria dos gestores de grandes empresas, quando olham para seu setor de FM. Para lançar um olhar crítico para sua própria área de Facility, os CEOs podem avaliar como ela está sendo gerenciada em seus grandes concorrentes. Se eles estão investindo mais em FM, é por algum motivo, e deve-se pesquisar quais vantagens competitivas eles estão ganhando em relação à sua empresa. Isso é encarar Facility Management de forma estratégica.

Leia mais: Michael Porter, Harvard Business Review, 1996, “What is Strategy?” – você pode conferir o texto original aqui.

Como funciona a sua operação de FM?

Você pode se perguntar porque é importante para profissionais de Facility Management ler e/ou participar de pesquisas do setor, quando você já tem tanta coisa para fazer. E esse é exatamente o cerne dessa questão.

Quando ficamos presos “apagando incêndios” do dia-a-dia, não conseguimos levantar a cabeça para analisar criticamente nossa própria operação. Se inteirar sobre o cenário internacional e brasileiro do setor de FM pode te ajudar a olhar para seu processo de forma diferente, encontrar brechas e triunfos, identificar zonas de melhorias, ou traçar um plano de inovação, por exemplo.

Ao baixar o infográfico sobre a pesquisa RICS, você pode tecer comparações, e nos enviar seu feedback, dúvidas e sugestões para os próximos materiais.

Saiba mais sobre a solução Inventsys para gestão mobile e parametrizável de operações de Facility:

By Flahane Roza | Conteúdo Inventsys | Linkedin

Autor: inventsysfms

Somos uma start up desenvolvedora do sistemas Inventsys FMS e AMS, a primiera solução desenvolvida exclusivamente para o setor de Facility Management e Utility Services do Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.