Tendências em Facility: o desafio do Workplace Experience

Como já citamos aqui no blog, foi-se o tempo em que a função de um espaço de trabalho era apenas nos abrigar do sol e da chuva, e reunir os equipamentos que precisamos para realizar nossa função. Na verdade, hoje, já passamos também da fase em que limpeza, climatização e ergonomia eram grandes diferenciais, sendo convertidos em pré-requisitos para qualquer instalação de trabalho. Para se diferenciar, os responsáveis em pensar os espaços devem ir além. No texto que publicamos sobre experiência do colaborador, discutimos a função que Facility Management pode assumir em construir um espaço de trabalho mais colaborativo, sustentável e produtivo.

A edição setembro/outubro da Revista Infra revisita essa questão, e levanta alguns pontos interessante do artigo “Workplace Management: por que dar atenção a isso? E como?“.

Ultimamente, uma das tendências mais discutidas em FM é a experiência do colaborador. O foco em tecnologia e produtividade, assim como preparação para a chegada à força de trabalho da geração millenial são algumas das características desse movimento. Contudo, como ressalta a publicação, esse esforço, quando não executado de forma acurada, pode causar mais desgaste do que melhorias.

A origem desse problema normalmente está atrelada às dificuldades do gestor em analisar a demanda pelo uso do espaço, entender como ela funciona ao longo do tempo e saber definir adequadamente como agir nesse período.

REVISTA INFRA – SET/OUT 2019

Por tradição, as questões da operação física (limpeza, insumos, iluminação, climatização) já geram bastante atrito entre gestão de Facility e os colaboradores de forma geral. Contudo, um espaço que tenha sido planejado sem focar na experiência do colaborador tende a aprofundar esse atrito. Essa situação revela a falta de um Workplace Management.

Contudo, a maioria dos profissionais de FM não está capacitada para implementar uma estratégia de Workplace Experience, por ser um conceito ainda muito novo e pouco abordado/aprofundado em cursos de especialização. Essa gestão da experiência, logo, acaba por ser falha e tenta forçar o colaborador a utilizar algo que não foi, em mérito, feito para ele. Algo que foi, sim, implantado para resolver um problema na ponta de um processo, e não sua causa original.

[…] não é um processo de definir a solução, mas de elucidar o problema e suas características.

REVISTA INFRA – SET/OUT 2019

Tecnologia e a Gestão da Experiência

Uma outra tendência interessante e que conversa com esse cenário é a da transformação digital (que também já abordamos aqui no blog, em diferentes ocasiões e com diversos viéses). Contudo, é importante ressaltar que ferramentas tecnológicas não fazem milagres!

Tecnologias como digitalização, acesso mobile, ferramentas de análise de dados, etc., são realmente a chave para revolucionar a gestão de Facility e a interação dos colaboradores com o ambiente. Porém, não existe receita de bolo! Apenas implementar novos processos tecnológicos para resolver problemas na ponta, mas ignorando a origem da questão, tende somente a gerar mais problemas, gastos e perda de tempo.

Por isso, é imprescindível focar nas necessidades do seu cliente interno, descobrir o fator crucial que gera os atritos do dia-a-dia dos colaboradores e o que poderia, realmente, fazer a diferença para a eles. Com base nessas informações, é possível encontrar ferramentas que realmente se encaixem e entreguem valor para esse cliente. Ainda, isso facilita a criação de uma campanha interna de adesão ao novo projeto.

Com isso, o cerne da questão em Workplace Management é montar sua estratégia pensando na experiência do colaborador e buscar as raízes dos problemas de comportamento, para poder planejar e executar uma ação embasada em quem realmente importa: as pessoas que constroem o sucesso da organização.

Ferramentas para Experiência do Colaborador

Recentemente, publicamos também um artigo que busca responder a questão: por onde começar a inovar em FM? O intuito desse texto era abordar algumas dúvidas comuns que os gestores têm quando estão buscando ferramentas para transformar seus processos internos, em especial, soluções tecnológicas. Um dos pontos levantados nessa discussão é a entrega de valor. Na hora se optar por uma ou outra plataforma tecnológica, é indispensável analisar se as funcionalidade entregues garantem mais valor pro dia-a-dia da gestão de FM e dos colaboradores.

Segundo pesquisa internacional RICS/IFMA, as métrica de avaliação de Facility, no mundo, ainda giram em torno de redução de custos, mas com a satisfação do colaborador vindo logo em seguida.

Já podemos contar com tecnologias como IoT (internet das coisas), identificação por QR code, utilização de aplicativos para esquipes operacionais, aplicativos liberados para abertura de chamados pelos colaboradores, análise de big data, decisões baseadas em BI, automação de workflows, checklists inteligentes, sistemas parametrizáveis, visão de ecossistema e muitas outras funcionalidades que vêm para revolucionar o setor de FM, e a rotina interna das organizações, transformando a relação dos colaboradores com o espaço.

Por isso, vale lembrar que todas essas possibilidades já estão disponíveis no mercado brasileiro, e a um valor mais do que acessível. Nossa plataforma mobile para gestão de serviços de Facility, o Inventsys FMS, já abarca todas essas funcionalidades e mais.


Saiba mais sobre nossa solução para Gestão Mobile de Serviços de Facility:

By Flahane Roza | Conteúdo Inventsys | Linkedin

Autor: inventsysfms

Somos uma start up desenvolvedora do sistemas Inventsys FMS e AMS, a primiera solução desenvolvida exclusivamente para o setor de Facility Management e Utility Services do Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.