Gestão de Facility: profissionais da área revelam expectativas para o futuro em pesquisa exclusiva

Pesquisa Nacional: Inovação em FM

Nossa pesquisa sobre Inovação em Facility no Brasil nasceu do anseio de saber mais sobre o momento atual do setor, frente a diversas transformações que estão acometendo o mercado: desde gestão 4.0 e transformação digital, até a chegada dos millennials no mercado de trabalho. Como uma solução tecnológica inovadora para o setor de FM e serviços, entender esse momento da área é muito importante para nós.

Ao todo, contamos com quase 100 respostas ao formulário online que foi distribuído aos nossos públicos por lista de e-mails e Linkedin, e ficou no ar cerca de 30 dias (entre junho/julho de 2019). A pesquisa contou com profissionais de Facility ou áreas relacionadas, de grandes empresas do Brasil, onde o cargo Coordenador de Facilities foi o da grande maioria.

Segue abaixo, trecho da análise de algumas das questões objetivas, que pediam que o participantes escolhessem uma alternativa à uma questão pontual, esse método nos permitiu quantificar com mais precisão as respostas do questionário.

No momento, a pesquisa completa foi disponibilizada apenas para quem respondeu o questionário. Se quiser receber o material completo, você pode se inscrever nesse link, baixando algum dos infográficos que estão sendo disponibilizados. O e-book deve ser lançado para o público em geral até o fim do ano.

Facility em Números: Gestão de FM

Quais as métricas de avaliação do setor?

Ao serem perguntados sobre as métricas utilizadas para avaliar sua operação de Facility, a grande maioria dos participantes confirmaram o que já havíamos constatado em análises anteriores: o setor de FM ainda é gerido pelo ponto de vista de custo. Quase 43% das respostas afirmam que a métrica mais considerada é Redução de Custos. Em segundo lugar, com mais de 28% das respostas, está Qualidade dos Serviços. Infelizmente, Satisfação do Colaboradores é a terceira métrica, sendo a mais considerada em apenas 15,3% dos casos.

Essa premissa corrobora profundamente com outros materiais que produzimos anteriormente e, também, com as respostas fornecidas pelos participantes nas questões dissertativas, que analisamos nos primeiros capítulos.

Principais Desafios

Contudo, quando perguntados sobre sua rotina em FM, os participantes demonstraram maior variedade nas respostas. Isso é indicador da diversidade de segmentos das empresas cujos gestores de Facility participaram de nossa pesquisa. Esse detalhe aponta para a grande penetração que o estudo teve, trazendo profissionais de funções e níveis diferentes, que trabalham em empresa de portes diversos, e em realidades complexas.

Nessa questão, o “podium” foi maior, pois diversos fatores alcançaram porcentagens muito próximas na gama de respostas. Sendo assim, quando perguntados quais os principais problemas que enfrentavam em seu dia-a-dia, a maioria (16,1%) apontou a necessidade de Justificar/Aprovar gastos como o grande vilão da sua produtividade. Logo em seguida, temos Inovação nos Processos, que é a grande barreira para uma rotina mais otimizada, em 15,3% dos casos.

Problemas do Dia-a-Dia

Quando perguntados quais os três maiores desafios de Facility Management, no Brasil, a maioria confirmou, novamente, o que estava sendo levantado até aqui: redução de custos é o maior desafio para 30% dos respondentes da nossa pesquisa. Com isso, o segundo lugar fica com Qualidade do Serviço, novamente em segundo lugar, agora com 23,4%. E o terceiro ponto mais desafiador, segundo Facility Managers brasileiros, é a Valorização da área de FM, com 18% das respostas.

Novamente, fica claro qual ainda é o maior desafio para a área de FM, no Brasil e no mundo. Afinal, nossa análise pesquisa RICS/IFMA, já havia constatado que o foco em custos ainda é o fator que norteia o gerenciamento de Facility e dificulta o pensamento mais estratégico da área. Você pode baixar infográfico sobre essa pesquisa internacional aqui.

O desafio do futuro em FM

Considerando diversos comentários dos respondentes, podemos notar como o setor ainda se mostra enterrado na gestão operacional, e não tem nem mesmo tempo para pensar inovação, quem diria realmente implementá-la. Porém, quando confrontados com possibilidades tecnológicas, há três funcionalidades tidas como as mais relevantes.

(1) existe grande valor na possibilidade de unificar suas operações de Facility e poder visualizar todos os serviços que estão sendo executados em seu departamento, com essa visão geral fica mais fácil traçar estratégias e melhorias;

(2) poder customizar e automatizar processos do dia-dia da sua operação entrega mais produtividade, garante conformidades e torna os processos mais inteligentes;

(3) ainda, a visualização em tempo real dos chamados e atendimentos da sua equipe de campo, e contando com versão mobile, propicia mais interação e mobilidade.

Além disso, toda essa informação gera dados e relatórios para que se possa identificar nível de produtividade, gargalos da operação, pontos de melhoria e otimização de custos. Importante ressaltar que essa tecnologia já está disponível no mercado, e por valores acessíveis. Conheça nossa ferramenta Inventsys FMS, uma das mais completas do mercado, mas se mantendo acessível.

Quando perguntados sobre as expectativas para o setor nos próximos 10 anos, a maioria das respostas cita uma FM mais integrada com o business e com a operação, projetando um setor bastante competitivo com profissionais muito capacitados. Outros alegam que o termo FM tende a desaparecer, tornando-se algo mais amplo e significativo como Workspace&Experience Management, termo o que já está sendo discutido internacionalmente.

Na Inventsys, já trabalhamos com o conceito Workspace Experience em nosso software. Tecnologia e inovação de processos também marcam presença num grande número de respostas, projetando que as áreas de FM, manutenção e conservação irão abraçar soluções tecnológicas (como internet das coisas, automação e telegestão). Segundo os respondentes, esse movimento deve ampliar a abrangência do FM nas organizações. Contudo, alguns respondentes estão temerários que a área de Facility se mantenha engessada por falta de inovações e iniciativas.

A grande maioria cita um setor mais profissionalizado e valorizado, e para isso elege cursos superiores e FM e inovação tecnológica como o caminho a se seguir. Muitos também citam a automação de processos e sistemas integrados como fatores chave para a eficiência operacional em FM. Um respondente afirma ser necessário:

“Saber lidar com sistemas e tecnologias mais complexas, atualizar-se constantemente em diversas áreas. Criar times com performance arrojada. Cada vez mais estar ao lado de seu cliente entendendo e respondendo às suas demandas.”

PESQUISA INVENTSYS/2019

Infográfico: Workspace Experience em FM

Você quer baixar o e-book completo da pesquisa? Ele deve ser lançado para o público em geral até o final desse ano. Por enquanto, você pode se inscrever nesse link para garantir série de conteúdos com base nos dados da pesquisa, e ser avisado assim que o material completo estiver disponível. Acesse e baixe infográfico sobre Workspace Experience em Facility Management.


By Flahane Roza | Conteúdo Inventsys | Linkedin

Autor: inventsysfms

Somos uma start up desenvolvedora do sistemas Inventsys FMS e AMS, a primiera solução desenvolvida exclusivamente para o setor de Facility Management e Utility Services do Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.